Salada Tricolor

salada tri 

Cá em casa somos assim mais do arroz, por defeito ou feitio da minha mãe e da minha avó que sempre foram adeptas deste cereal em detrimento de outros. E vai com tudo, peixe, carne, legumes, a acompanhar ou em modo risotto. Mas por necessidade de organização do meu tempo percebi que fazer umas saladas quentes com massa e legumes é uma forma prática e mais rápida de despachar refeições.

Há uma massinha em particular que gosto muito, é a fusilli versão tricolor. É basicamente sempre essa que uso. Como costumo ter legumes congelados basicamente é descongelá-los, salteá-los e já temos a base. Depois é só juntarem carne ou peixe a gosto- perfeito para sobras.

Neste caso diverti-me a combinar cores e sabores neste jogo do amarelo, laranja e verde. Vamos à receita?

*

Ingredientes,

.1 tigela cheia de massa tricolor

.uma tigela cheia de bróculos

.1 lata pequena de milho

.2 fatias de ananás natural

.2 postas de salmão

.1 mão cheia de amendoins

.manjericão em folhas

.azeite

.alho em pó

.folhas de louro

.sal

.molho de soja

.orégãos

Preparação,

Cozer a massa numa panela com água a ferver, sal e uma folhinha de louro (a gosto). 10 minutos costumam chegar, de qualquer forma ficar atento e tirá-la quando estiver ‘al dente’. Entretanto, numa frigideira anti-aderente deitar um fiozinho de azeite, alho em pó e sal. Quando estiver quente mas ainda não a ferver (isto permite cozinhar os alimentos de forma mais saudável pois retardando o ponto de fervura do azeite evitamos a transformação das gorduras poliinsaturadas) deitar o ananás e os bróculos para que o ananás comece a suar e contagie os bróculos com o seu suco adocicado. Colocar o salmão previamente descongelado no micro-ondas uns 10 minutos a 800 Watt, isto permite que não tenham de se preocupar com o salmão enquanto ele cozinha e uam vez que o micro-ondas agita as moléculas de água dos alimentos para os cozinhar não precisam colocar qualquer tipo de gordura. Quando os bróculos estiverem quase deitar o milho, os amendoins e as folhas de manjericão cortadas em bocadinhos para libertar mais sabor. Deitar o salmão sem pele nem espinhas na frigideira com o preparado dos bróculos e misturar tudo sem desfazer demasiado o peixe. Desligar logo a frigideira e juntar numa taça à massa previamente escorrida e passada por água fria. Deitar um fiozinho de molho de soja, azeite e salpicar com orégãos.

*

No fim convidar a avozinha para vir degustar o petisco e deliciarem-se a 2 ou a 3, como foi o nosso caso hoje (apesar da MR ser ainda só uma espetadora). Podem servir com salada de alface pouco temperada, com ou sem um tomatito cortadinho em rodelas.

E por falar em comida saudável, sabiam que a nossa dieta (mediterrânica) foi elevada a Património Imaterial e Cultural da Humanidade? Um orgulho, certo? Então bora lá comer estas coisinhas saudáveis 🙂

Bom apetite!

Também quero dizer uma coisa

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s