Recomeço

Já vamos a meio da semana bem sei, mas isto de ser mãe é assim, os começos e recomeços fogem um bocado do nosso controlo. Como diz a minha madrinha ‘Eles é que mandam’, eles, entenda-se os filhos.

Com as férias do Natal a pegar com as do ano novo, estivemos os 3 em casa durante uns 15 dias. Soube a mel 🙂 Foi espetacular, mas também cansativo. Querida, onde está?… Querida o que é o almoço? E o lanche? E o jantar? Podemos fazer ovos mexidos para o lanche? É preciso tratar de roupa, é preciso tratar de loiça, como sempre, mas nas férias há mais loiça, mais toalhas, mais um bocadinho de tudo. E segunda feira foi dia de regresso ao trabalho. Para todos. O marido voltou à carga, eu voltei aos meus projetos e a MR voltou às tarefas dela, entreter-se de uma forma um pouco mais autónoma sem alguém sempre a interagir com ela…

E foi duro claro. A MR desesperou, olhava-me com uns olhos perguntando-me ‘Mas diz-me, existe algo mais na tua vida para além de mim?’, retoricamente claro. E efetivamente não existe muito mais, pelo menos não existiu muito mais nestes dias. Todas as tarefas que mentalmente faço com tanto carinho enquanto a embalo ou à noite nos 3 minutos que demoro a adormecer ficam por completar, ficam adiadas e só uma tarefa parece ser cumprida, ‘Ficar com o bebé!’ Por isso não, não existe mais nada na minha vida.

Mas devia. Sem exageros, sem pressas, no momento certo. É este, sem dúvida. Um pouco antes dela nascer decidi que queria ficar em casa. Trabalharia a partir daqui, com a bebé, até conseguir. O ideal seria até aos 3 anos, altura em que iria para o infantário, mas enfim, um dia de cada vez. Neste momento estamos numa fase menos produtiva. A bebé não dorme o dia todo por um lado, por outro também não fica sozinha a brincar… e eu lá vou brincando com ela, a fazer sopas, a mudar fraldas.

Hoje trocou de roupa 3 vezes. Primeiro na brincadeira depois de comer, pimba! bolçou um bocado valente, vai de trocar 3 camadas de roupinha minúscula, choro, irritada. Para fazer justiça à criança tenho de dizer que hoje dia que completou 5 meses, levei-a às vacinas. Aquilo dói que se farta, pelos vistos, e a coitadinha veio sentida. Passou o dia num quiexuminho como se me perguntasse ‘Como é que deixaste que isto me acontecesse??’ E no meio das várias mudas que ‘sofremos’, entre o meu cansaço e algum desânimo, confesso, vai de pregar um xixi fora da fralda e muda outra vez 3 camadas de roupa, mais o tecido do trocador, suspiro… Mais uma voltinha, mais uma viagem, nova refeição, nova muda… e mais um xixi… não acredito… a sério?? Oh pá… isto só pode mesmo ser amor… Como é que as outras mães conseguem? Às vezes só ganho forças assim mesmo, todas as mães antes de mim conseguiram, todas depois de mim vão conseguir. E com mais um suspiro, beijinhos para ganhar ânimo (eu, claro), lá mudo novamente 3 camadas de roupa, tecido do trocador…

Chamei a este post recomeço porque esta semana queria retomar os meus projetos. voltar ao ritmo semanal, arranjar casa de manhã, trabalhar à tarde, sempre com a caganita pedindo atenção, mas ainda assim possível… Mas nem por isso, o recomeço não se deu esta semana em uníssono para toda a família. Querem saber um segredo? No fim do dia, depois de a trocar 3 vezes, depois de a passear sentada, deitada, virada, adormeceu um pouco. Resolvi não a acordar para o banho, quando abriu o olho foi enfiar-lhe a papa buchinho abaixo e cama… Há mais dias para banhos…

E para desenhos… hoje vai assim, cru e duro, sem ilustração, nem riscos, nem rascunhos. E bom restinho de semana…

2 thoughts on “Recomeço

Também quero dizer uma coisa

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s