Dias assim

Hoje foi o máximo.  Tinha uma consulta em Lisboa e lá fomos as 3, eu, a miúda e a minha madrinha.

Saímos de casa cedo,  demos a sopa em Lisboa, consulta acabada foi cafezinho com biscoitos, passeio por lojas de decoração,  passar o tempo em ihh’s e ohh’s, ir à Primark (ai quem me salva? E fui logo com fica tão doida quanto eu), trazer os maridos dos seus dias árduos de trabalho e terminar o dia em casa dos meus pais num jantar de semana a 7 🙂 Pela descrição seria de pensar que esta malta não faz nada da vida ou que está de férias,  mas não é o caso,  foi mesmo um daqueles dias especiais que aquecem a alma. E o coração.

Doentinhas e desanimadas decidimos espantar os males das constipações ao sol bom de inverno em plena cidade. Às vezes a melhor cura é mandar os vírus irem dar uma volta. Com sorte, metade ficam pelo caminho e não regressam a casa 🙂 E apesar de só ter 5 meses esta miúda emparceira imenso comigo. Faz-me imaginar a quantidade de coisas que vamos fazer pela vida fora (e dentro), daquelas que exigem cúmplice e entendimento. Olho assim para este bebé e vejo uma pessoinha a aparecer naquela sementinha que eu construí,  que fiz nascer e que me cativou para sempre no meu coração. Foi um dia maravilhoso,  especial e delicioso. Daqueles em que se revelam coisas e pessoas. E eu profundamente apaixonada, perdida neste mar de amor…

2 thoughts on “Dias assim

Também quero dizer uma coisa

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s