Semanas (e férias)

Com os feriados o Z. aproveitou para tirar férias. Uma delícia. Começávamos sexta e só acabava no outro domingo, ou seja este. Íamos à praia pela primeira vez com a MR, íamos descansar, ele poderia correr, eu punha coisas em dia, íamos pendurar quadros… enfim. Errrrrrrr… Nada disso. Tive trabalho, imenso trabalho. É delicioso. Quer dizer quando fico assim cheia de trabalho vibro. Parece que os meus poros se alinham todos e ficam qual crentes numa igreja a vibrar ao som de Gospel. Não penso em doenças, fico focada. A minha pupila fica dilatada e parece que entro num plano de cinema em que estou parada e tudo à minha volta se mexe a um tempo diferente do meu.

Desde que a MR nasceu que eu não conseguia fazer isto. Ela era o meu foco, a minha atenção. Desde que o Zé foi ganhando mais protagonismo como pai eu pude ir encontrando outros espaços para além de mãe. E este é um espaço fabuloso, onde faço coisas acontecer, onde sinto que posso mudar o mundo, e mudo mesmo, uma casinha de cada vez.

Mas o trabalho vem em alturas não programadas. E quando calha nas férias do marido é uma pena. É ótimo porque fico descansada, e todas as refeições estão asseguradas e ela está bem e eu fico mais disponível, mas desencontra-nos aos dois. Deitamo-nos a horas diferentes, levantamo-nos a horas diferentes, comemos em 15 minutos apenas. Não há passeios em família, porque todos os bocadinhos são para trabalhar ou reunir com clientes, fornecedores, etc.

A caganita já diz mamã e agora di-lo nas situações em que mais me aperta o coraçãozinho, depois de eu sair ou quando fecho a porta da casa de banho e vou tomar um banho. Só me apetece voltar para trás e correr a abraçá-la e beijá-la e, e, e… E é o que faço. E salto e aperto-a e fico louca com aquele ‘mamã’.

E passada esta semana tão intensa, em que não dormi quase nada, de desencontros e ausências para dar lugar a outras presenças, sentamo-nos no sofá de domingo e olhamos um para o outro constatando que precisamos de umas férias. A 3 desta vez 🙂

2 thoughts on “Semanas (e férias)

  1. Muitos parabéns pelo trabalho!!!! Lembro-me que sabe bem. Sabe a autonomia, a capacidade, a realização!!!
    Por cá foi difícil no início encontrarmos o ritmo certo para conseguirmos voltar a ter férias com sabor a isso mesmo, com filhos pelo meio. Mas sabem tão bem.

    • ❤ 🙂 É estes (e todos os outros) ritmos são muito difíceis de conseguir. Quer dizer, nada disto é óbvio ou sequer natural. E parece que andamos à volta de tudo aquilo que conhecíamos, feitos cachorros atrás da cauda, até nos conseguirmos instalar de vez e confortáveis na mantinha de trapos habitual. E sabe bem tempinho a 3… sabe bem a pausa. E a pausa só faz sentido quando no resto do tempo à tal lufa-lufa, certo? Sim, essa lufa-lufa também sabe muito bem 🙂

Também quero dizer uma coisa

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s