Cheiro

Sou absolutamente sensível ao cheiro. Aos cheiros em geral. Desde que engravidei deixei de usar perfume porque estava absolutamente enjoada, e porque depois disso queria sentir os cheiros da minha bebé.

Desde essa altura que se alguém aparecia com perfume e o passava para a minha filha eu ficava doida. Ia mesmo dar-lhe banho. Não ficava ofendida com as pessoas nem nada, simplesmente não consigo sentir os meus bebés assim.

Portanto quando alguém vem muito perfumado e os contagia, dou-lhes um banho e no fim fico a cheirá-los até gastar o sabonete e tocar na pele. Aquele cheiro dá-me vida e guia-me nos melhores e piores momentos ❤️❤️❤️

A tentar

Com os dois doentinhos em casa não faço mais nada e nunca estou parada. E esta louca dicotomia só compreende quem é mãe ou pai. É não consigo levar a cabo nenhuma tarefa, mas não posso estar sentado no sofá por 5 min. A roupa tem de ser tratada, e eu começo a fazê-lo, mas entretanto sou solicitado para dar colo… aproveito e faço os aerossóis, mas entretanto são horas de tratar do almoço e vou avançando, nem que seja com um ao colo.

Às vezes, só às vezes (menos que as que devia/queria?), fico com eles, no chão, a senti-los, a olhar para eles… são tão perfeitos meu Deus, como é que é possível? Como é que eu consegui esta proeza? E então fico a olhar pelos olhos deles. Sempre vi as pessoas mais velhas olhar para mim com doçura, como se aquele mundo que eu via desse esperança ao mundo que eles viam. Eu não percebia porquê, muito menos percebia os problemas dos crescidos ou do mundo. Mas lembro-me de tudo ser uma descoberta uma aventura, uma coisa mágica e assustadora e linda e estranha, pela primeira vez.

E fico olhar para os olhinhos deles a espreitar o mundo pela janela. A ver o rio e as canas e as hortas e a pensar em tudo. E fico a imaginar o que pensarão eles, o que lhes passará no olhar.

Não faço ideia, na falta de me melhor resposta fico a sentir-me apaixonada, sem pensar em mais nada.

Ciclos

Parece que há movimentos coletivos contagiantes. Toda a gente vai à praia e piscina na mesma altura, e às viagens na neve, e os miúdos ficam doentes todos na mesma altura. E agora nos blogues das mamãs é só fotografias de lenços e xaropes, tudo com miúdos de pingo no nariz, febre e tosse.

As outras fotos que se têm visto muito a acompanhar estas estórias são as caras de zombies dos pais e mães que vigiam estas crianças de noite e de dia, a limpar narizes, enxugar lágrimas de dores e fazer correr litros de soro…

Aqui estou eu no mesmo estado. Sinto-me ko, entre o cansada pelas noites muito mal dormidas, exausta por todas as tarefas diárias, dorida de os ver doentes. Foi uma semana com ela a fazer febre e no momento que estava a melhorar começou ele… eu acho tenho a certeza que eles fazem de propósito para terem acesso aos meus cuidados em exclusivo. A minha (rica) madrinha tem ficado com os miúdos da parte da tarde, momento em que consigo escapulir-me até à empresa e pôr umas quantas coisas em dia…

Esta versão de ter apenas 3 ou 4horas do meu dia disponíveis deixa-me absolutamente desorganizado e dispersa. Parece que tenho partes de mim espalhadas pela casa, custa-me organizar o meu pensamento e o meu discurso e quando estou a tentar pôr de pé uma ideia as palavras custam a chegar e pôr-se claras…

É preciso ter-me. Ouvir-me. Ouvir silêncio. Ou olhar para a paisagem e por momentos não pensar em nada. Quando não tenho este espaço não me tenho… nestes períodos fico em compasso de espera. Por isso me sinto dispersa. Melhores tempos virão.😳🙄😘

Meus Meninos

Aos meus meninos, minha menina, minha rica, meu menino, meu tesouro, meu valente. Toda a gente diz que eu vou ter saudades desta fase, por mais cansada que me sinta agora. E eu estou cansada. Vocês são tão lindos e tão pequeninos e eu olho para as vossas mãozinhas com genuína vontade de vos prender em mim, nesta imagem para sempre. Para sempre assim.
Assim numa tristeza melancólica de nostalgia antecipada consciente. Nada de preocupante, só um querer desfrutar-vos ao mesmo tempo que queria tirar uns dias só para mim. Serão sentimentos opostos?
Diz que daqui para a frente dá mais chatice, mais trabalhos. Não sei. Não poderia saber.
Só sei que olho para vocês e nos vossos olhos vejo o mundo. Tenho medo sim. Tremo de medo pelo vosso futuro. Pela Terra que vão herdar, pela saúde que vos espera, pelas pessoas que vos vão rodear. Mas nesses olhos eu sei. Sei que vai tudo correr bem. Que estou convosco para sempre. Sei que nunca nos vamos separar porque vocês são eternos em mim.
Hoje vi-vos de mãos dadas. Só me apeteceu gravar-vos. E foi o que fiz. Gravo-vos no meu coração a cada segundo para ter coragem de deixar os segundos passar por nós.
É preciso ter coragem para vos deixar crescer.
Meus alimentos de vida, flores da minha alma ❤ ❤