Compotas

compotas

Faço-as o ano todo. Para já adoro, sim, sou gulosa, confesso, em segundo lugar são uma ótima forma de aproveitar fruta madura. Como uso a fruta já muito doce posso pôr apenas metade do seu peso em açúcar, deixo ferver 25 minutos a 100º e acrescento algum ingrediente que faça sentido dependendo da fruta utilizada.

*

Desta vez fiz uma compota de ameixa e pêssegos e levei metade a uma prima que fui visitar.

Ingredientes,

.800 gr de ameixas e pêssegos maduros

.400 gr de açúcar

.200 gr de chá de pêssego

Preparação,

Lavar muito bem a fruta, descaroçá-la e deitar com pele e tudo num tacho. Juntar o chá e o açúcar e deixar 25 minutos depois de ferver, mexendo bem para não pegar.

No fim esperar que arrefeça um pouco e passar a varinha mágica na panela grosseiramente.

Colocar em frasquinhos esterilizados o conteúdo ainda bem quente e fechá-los logo, para que ganhem vácuo.

*

Como levam pouco açúcar (geralmente o recomendado em açúcar é o mesmo peso da fruta utilizada) e não são muito fervidos estas compotas duram pouco tempo, devem ser consumidos em 1 a 3 meses, dependendo do uso que se lhes vá dando, e guardados no frigorífico, mas também têm a vantagem de não fazerem tanto mal e de conservar melhor as suas propriedades vitamínicas, não se limitando a uma redução de açúcar aromatizada de fruta, como ficam alguns doces…

 

Bom proveito!