Porque hoje é sábado!

Já dizia o poeta. Porque hoje é sábado ficou a roupa por pôr na máquina, o almoço foi reaquecido e o jantar também. Tudo muito prático e o local? Sofá. Só, simples e serenamente. Bom, mais ou menos, a três. Com muita beijoquice e mimice e lãzice 🙂 Nem sei muito bem se a palavra existe assim, mas é a melhor expressão do nosso sentimento. A sesta foi ao meu colo durante 2,30h nós a ver a matiné de sábado à tarde. A seguir toma banho e depois papa, caminha. E nós mais um bocadinho de ronha assim como quem tenta tornar eterno o fim de semana…